Sindicato do Comércio Atacadista de Papel, Papelão, Artigos
de Escritório e de Papelaria do Estado de São Paulo
Itu - SP
Santo André - SP
São Paulo - SP
Ribeirão Preto - SP
Santo Antônio do Pinhal - SP

Notícias da Fecomércio

04/06/2014  CONFIANÇA DO CONSUMIDOR PAULISTANO REGISTRA NOVA QUEDA EM MAIO


Indicador caiu 25% em comparação com maio de 2013.

Seguindo tendência apresentada em abril, a confiança do consumidor paulistano continua em queda. De acordo com os dados da última pesquisa do Índice de Confiança do Consumidor (ICC), o indicador caiu 9%, passando de 120,2 pontos em abril para 109,5 em maio. A queda é ainda maior (25%) se comparada com maio de 2013, quando o indicador registrou 146 pontos. Está é a maior queda desde o inicio da série, em junho de 1994. De maio de 2013 a maio deste ano, a retração foi de 36,5 pontos. O ICC é medido mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e demonstra a percepção das pessoas sobre a situação econômica e serve como base para novos investimentos pelo setor produtivo. Varia de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total).

Um dos principais motivos que faz o indicador ceder mês após mês, segundo o estudo daFecomercioSP, é a persistência da inflação, que corrói o poder de compra das famílias e reduz o orçamento para novas aquisições. Variáveis como a política fiscal e a elevação de juros também contribuem para o cenário negativo. Para os próximos meses, porém, é possível que ocorra a estabilidade do indicador nos atuais patamares.

O ICC é obtido a partir de dois índices, que também apresentaram queda. O Índice das Condições Econômicas Atuais (ICEA), que aponta a satisfação dos consumidores com o momento atual, caiu 11,9% - 111,8 pontos em maio contra 126,9 em abril. Já as expectativas dos consumidores em relação à situação futura, medidas pelo Índice de Expectativas do Consumidor (IEC), registraram retração de 6,8% - 107,9 pontos em maio contra 115,8 em abril. Todos os quesitos que compõem o índice registraram queda em maio.

No ICEA, o segmento que contribuiu com a maior variação negativa foi o dos consumidores com renda superior a 10 salários mínimos. Neste item, a queda foi de 16,3%, ao passar de 126,5 pontos em abril para 105,9 em maio. Com relação ao IEC, destaca-se a perda de confiança do público masculino e daqueles consumidores com idade inferior a 35 anos - que registraram respectivamente: queda de 7,8% ao passar de 121,1 em abril para 111,6 pontos em maio, e baixa de 7,7% ao passar de 120,3 em abril para 111,0 pontos em maio.


 

Visite nossa página no Facebook     Visite nossa página no Twitter     Visite nossa página no YouTube
Sindicato do Comércio Atacadista de Papel, Papelão, Artigos de Escritório e de Papelaria do Estado de São Paulo - SINAPEL
Praça Silvio Romero, 132 Conjunto 72, Tatuapé - São Paulo - SP - 03323-000
www.sinapel.com.br - sinapel@sinapel.com.br
Telefone: +55 11 2941-7431