Sindicato do Comércio Atacadista de Papel, Papelão, Artigos
de Escritório e de Papelaria do Estado de São Paulo
Aparecida do Norte - SP
São Pedro - SP
São Paulo - SP
São Paulo - SP
São Paulo - SP

Notícias do Setor

25/07/2016  Comunicação corporativa em tempos de crise - Edição 18/2016


Comunicação Corporativa em Tempos de Crise 


Equivocadamente, algumas empresas quando decidem cortar custos, assinalam quase sem titubear redução de verbas destinadas à comunicação e marketing. Quando há retração, é que estas áreas deveriam ser supervalorizadas, pois nada melhor que sair da crise fortalecido. Se, a exemplo da economia, a empresa também se retrai, se recusa a inovar e a manter um relacionamento salutar com seus públicos, quando chegar o momento da retomada, terá muito mais dificuldade para recompor sua imagem e aproveitar as novas oportunidades. 

Transparência é palavra que bem traduz tudo que está ligado às atividades desempenhadas por jornalistas, relações públicas e profissionais de marketing no mundo corporativo. São estes profissionais que utilizam variadas estratégias e ferramentas para revelar ao público interno e externo o que é a companhia. Esta consolidação de imagem requer uma visão ampla e abrangente, que tem como foco o cliente interno e se estende pela rede de parceiros (clientes e fornecedores), abrange o mercado como um todo e tem impacto, em alguns casos, no relacionamento com investidores e com a sociedade em geral. 

Nas relações envolvendo o cliente interno, o profissional de comunicação precisa transmitir a ele a visão, a missão e os valores da empresa, desenvolvendo ao mesmo tempo mecanismos para que incorpore tudo isso na sua forma de atuar. Para bem desempenhar suas funções, os recursos humanos precisam se sentir parte de um todo (integração). As estratégias de comunicação, em equilíbrio com a política de recursos humanos, têm o poder de fazer pessoas se sentirem motivadas e valorizadas, independente do quanto recebem como remuneração. Outra ferramenta importante escassa em tempos de crise são os jornais internos. Encarados como custo e não investimento, são cortados e assim se fecha um canal de comunicação indispensável, com poder para integrar e valorizar pessoas, motivá-las e, principalmente, para disseminar a cultura da organização e ajudar a entender o posicionamento da empresa frente às dificuldades decorrentes da crise. 

Observando pelo ângulo do cliente externo, comunicação eficaz é indispensável. A competência do responsável pela interação com o mercado está em manter a reputação da empresa e dos produtos/serviços, além, claro, de promover negócios. Há muitas maneiras de realizar este trabalho, o leque abrange desde a construção e consolidação da marca institucional e de produtos até a gestão de crise que, estrategicamente preparada para um momento de necessidade, compreende um conjunto de ações capaz de reverter situações desastrosas, como a de empresas envolvidas em atos de corrupção ou em casos como desastres que afetam o meio ambiente, dentre outros. É quando se deve saber o que e como falar para não piorar a situação. 

Com o avanço da tecnologia, as distâncias encurtaram, a velocidade das notícias atropela a todos e vale refletir muito mais sobre comunicação em todos os sentidos, na vida pessoal, profissional, nos toques que compartilham informações e na imagem que se transmite de uma empresa, produto ou serviço. E aí está o gestor de comunicação muito atento também ao mundo digital, enfrentando novos desafios, pois as redes sociais atingem muito rapidamente a um número enorme de pessoas e, por vezes, desmentir boatos e contextualizar frases soltas, é árdua competência do gestor de comunicação. Enfim, em tudo que diz respeito à comunicação corporativa prevalece uma premissa inerente às atividades desempenhadas por jornalistas: A VERDADE. Nem o mais competente gestor de comunicação do mundo pode manter a imagem de uma empresa ou instituição se falsas verdades estiverem em pauta. Este é um aspecto muito relevante, que deve sempre ser levado em conta. 

ENFOQUE SINAPEL é uma publicação do SINAPEL – Sindicato do Comércio Atacadista de Papel, Papelão, Artigos de Escritório e de Papelaria do Estado de São Paulo Praça Sílvio Romero, 132 – 7º andar – São Paulo – SP Tel.: (11) 2941-7431 
e-mail: sinapel@sinapel.com.br – Site: www.sinapel.com.br 
Edição: G Martin Comunicação & Marketing – Jorn. Resp.: Gracia Martin – MTB/SP 14.051

 

Visite nossa página no Facebook     Visite nossa página no Twitter     Visite nossa página no YouTube
Sindicato do Comércio Atacadista de Papel, Papelão, Artigos de Escritório e de Papelaria do Estado de São Paulo - SINAPEL
Praça Silvio Romero, 132 Conjunto 72, Tatuapé - São Paulo - SP - 03323-000
www.sinapel.com.br - sinapel@sinapel.com.br
Telefone: +55 11 2941-7431